fbpx

Atualmente, abrir um consultório médico no Brasil não exige apenas profissionais qualificados e recursos financeiros. É necessário, também, focar nos desafios tecnológicos que precisam ser enfrentados nos dias de hoje.

Isso porque, com os avanços tecnológicos, cada vez mais as inovações médicas têm ocupado espaço dentro do dia a dia. Principalmente para a área de atendimento e de telemedicina. 

Por conta da pandemia, por exemplo, a procura por consultas médicas virtuais cresceu 15 vezes. E com isso, não só a questão de atendimento, mas outros desafios se tornam ainda mais evidentes. 

Os 5 maiores desafios tecnológicos para quem deseja investir em um consultório médico

Existem várias questões que precisam ser avaliadas antes de se abrir um negócio na área de medicina. Mas, abaixo nós listamos os 5 principais obstáculos que você deve considerar para iniciar o seu empreendimento já com as soluções adequadas. 

  1. Ineficiência na hora de marcar consultas e retornos dos pacientes

Nos dias atuais, onde a maioria dos pacientes utiliza Whatsapp, redes sociais e outras opções do gênero para buscar informações médicas, incluindo marcar consultas, um dos desafios é justamente conseguir fazer o agendamento de atendimentos iniciais e retornos, de forma eficiente. 

Logo, é importante implementar uma solução que permita o gerenciamento de consultas/retornos de forma integrada, independentemente do canal que o agendamento foi feito. 

Ramais virtuais e Whatsapp Business, por exemplo, otimizam o atendimento e ainda reduzem custos. 

  1. Excesso de tarefas administrativas que precisam ser automatizadas

Outro desafio que precisa ser enfrentado é a automação de tarefas administrativas. Atualmente qualquer processo que seja mantido de forma manual tende a dar dores de cabeça. Desde a emissão de receitas até guias de exame. 

Por isso, o ideal é que o empreendedor já invista em um sistema de gestão integrado, que conecte desde o setor financeiro até o de atendimento. 

  1. Falta de estrutura adequada para prestar telemedicina

Inexistência de aplicativo para acompanhamento de informações, falta de computadores para suportar softwares adequados e até mesmo a falta de treinamento da equipe são alguns dos fatores que contribuem para a dificuldade de um consultório médico praticar a telemedicina. 

A tendência é que essa modalidade se torne mais popular com o “Novo Normal”. Então, não deixe de buscar alternativas como modernização de equipamentos, implementação de ferramentas digitais e treinamentos nessa área. 

  1. Não existência de comunicação integrada

É comum que a falta de comunicação integrada gere problemas. Desde uma consulta que não foi comunicada ao médico, até o agendamento incorreto. 

Para resolver esse problema, o ideal é buscar por soluções interligadas, onde toda a equipe possa atuar em sintonia. 

  1. Dificuldades para lidar com os históricos dos pacientes

Por conta da falta de um sistema de gestão de históricos virtuais, é comum que muitos médicos acabem tendo uma taxa baixa de fidelização. Afinal, fica impossível acompanhar o quadro a longo prazo. 

Logo, o ideal é investir na digitalização do histórico, bem como em um sistema que notifique as recepcionistas, e até mesmo o próprio médico, sobre quando determinado paciente precisa de um retorno ao consultório médico.  Quer ficar pode dentro das tendências em atendimento e comunicação para empresas? Então não deixe de seguir a FSM no Facebook

Author

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RECEBA NOVIDADES EM 1ª MÃO

42 Mil pessoas não podem estar enganadas.